Category: Rock

Eu Sou De Lá - Noca da Portela - Cor Da Minha Raça (CD, Album)

9 thoughts on “ Eu Sou De Lá - Noca da Portela - Cor Da Minha Raça (CD, Album)

  1. Jun 14,  · O coração está cantando Ouve a minha voz A confusão vai clareando Ouve a minha voz Eu sou a Vida Eu sou a Luz Ouve a minha voz Eu sou o Amor que te Conduz \ Ouve a minha.
  2. - Candeia era um gênio — diz Noca da Portela, que compôs “Mil réis” em parceria com ele e guarda outra inédita da dupla, “Se o rei mandou” (“Se o rei mandou, está mandado/ Se o rei falou, está falado/ O rei me deixou de canto chorado”). — Além do poder da musicalidade, da poesia, era um líder, o Zumbi daqueles anos 60 e
  3. Noca tenta emplacar na Mangueira e canta amor à Portela em novo CD Na quadra da Portelinha, Noca fala do novo CD e do samba-enredo que fez para a Mangueira Foto: Sara Paixão Cor da minha.
  4. Eu sou barro, eu sou chão Eu sou pó, eu sou poeira Sou filha desse torrão Eu sou a raça brasileira(bis). Eu moro no pé do morro Que fica ao lado de uma favela É tão perto que eu acho Que eu faço parte dela. É lá que eu bato cavaco E no partido alto sou considerada Sou o retrato falado Do samba cadenciado. Minha filosofia é cantar os meus versos Com simplicidade, é provar Que o.
  5. Elza Gomes da Conceição (Rio de Janeiro, 23 de junho de ) [1] [2] é uma cantora e compositora brasileira.. Em , foi eleita pela Rádio BBC de Londres como a cantora brasileira do milênio. A escolha teve origem no projeto The Millennium Concerts, da rádio inglesa, criado para comemorar a chegada do ano [3] Além disso, Soares aparece na lista das maiores vozes da música.
  6. Eu me amo do jeito que sou e não mudaria nada em mim. Amo o fato da minha cor carregar tanta história consigo, ser um símbolo de luta e me orgulho de fazer parte disso. Só eu sei o peso que carrego e o quanto ele é importante para mim. Compartilhar História. Está marcado na história tudo o que aconteceu e ninguém apagará.
  7. A minha comadre Zica Nininha partideira lá da estação Primeira (Mangueira) Só para ouvir o divino Cartola Cantando pra nós uma linda canção E Carlos Cachaça, poeta da raça Brincando de samba, sambando no chão Mangueira eu queria viver pra você Ai, se eu pudesse seria um prazer Mas é na Portela que eu quero morrer (Mangueira).
  8. Para o seu CD que vai se chamar Cor da Minha Raça. NOCA DA PORTELA nasceu mineiro (em Leopoldina) e se tornou carioca por convicção. Compositor, sambista, 78 anos, ele é casado há 55 com dona Conceição, uma portelense nascida na comunidade do Tuiutí, em São Cristóvão, Zona Norte do Rio. Papel que desempenhou por 10 meses de.
  9. Coração Lyrics: Tem meu coração, me dá atenção / Com o toque de mão, olhar, sedução / Não vai embora não / Que eu faço um café, vou comprar um pão / Fiz essa canção / Essa é pra.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *